menu
São Paulo - SP | Whatsapp: 11966761536
administrador
São Paulo - SP
DENÚNCIA
GERAL
GERAL
DENÚNCIA
Postada em 14/02/2018 ás 12h42 - atualizada em 14/02/2018 ás 13h03
Praça Antônio Maturano Neto encontra-se em estado degradante, assustando moradores e quem transita pela região
Local está tomada pelo mato e praticamente abandonada
Praça Antônio Maturano Neto encontra-se em estado degradante, assustando moradores e quem transita pela região

De longe é possível perceber o estado terrível da praça

Localizada em um importante bairro da Zona Norte ( o Imirim), a praça Antônio Maturano Neto foi, durante muito tempo, uma grande dádiva para os moradores da região. Com muitos bancos e árvores, o local servia para que fosse praticada caminhada e outras atividades ao decorrer do dia, visto que é cercado por casas bem conservadas de uma vila de classe média alta.



Contudo, aquilo que era alegria para quem mora na região, hoje se tornou tristeza e medo por partes de muitos, que são obrigados a conviver com uma praça praticamente abandonada e perigosa, sobretudo pela quantidade de furtos que vem acontecendo.



Outro ponto interessante de se destacar é a quadra de futsal que existe na Antônio Maturano. Ela se encontra completamente destruída e suja, mas já foi uma importante fonte de diversão para as crianças que moram na redondeza.



Para quem não conhece a região, a praça fica próximo à Rua Frankilin do Amaral, na travessa da Rua Nossa Senhora Consolata, de esquina com a Rua Porta do Sol, ponto no qual o mato mais toma conta, encobrindo toda a vista de possíveis bancos e calçadas.



Encontramos uma moradora que esperava por um Táxi justamente no término da Rua Porta do Sol. Perguntamos sobre como é morar naquela região e a resposta foi imediata: “Dá muito medo”, disse a mulher, que preferiu não se identificar.



Questionada sobre a veracidade de haver muitos furtos, sobretudo no período da noite, ela confirma que de fato as pessoas têm comentado e há muitas reclamações de jovens que se escondem dentro do mato para roubar quem ainda se arrisca a passar pelo local durante a noite.



Fizemos o teste e tentamos andar nas ruas ao redor da praça próximo às 23:00 e realmente o clima é assustador, pois, é impossível enxergar qualquer coisa que venha em meio ao mato. Além disso, o cheiro de substâncias não permitidas e barulho de pessoas andando  despertam o medo de quem ainda tem coragem ou até mesmo precisa circular pela área. Realmente um perigo.



Conversamos com mais uma moradora de uma rua próxima, que nos informou o mesmo que a entrevistada anterior. Porém, a moça acrescentou que o medo é compartilhado por mais moradores e que estão cansados do perigo há alguns meses.



Voltamos à praça dias depois e tivemos a reclamação de um morador que diz já ter mandado mais de 10 vídeos para autoridades, porém não obteve melhoras ainda. Enquanto gravávamos para registrar o estado de preservação do local, o rapaz disse: “Ih ! Já gravei mais de 10 vídeos”. Perguntado sobre o estado da Antônio Maturano, ele reiterou: “Também tem muitos pernilongos”.



A informação obtida por meio de uma pessoa -  portanto não oficial – é que a empresa terceirizada que deveria cuidar de cortar o mato que toma conta da praça ainda não foi escolhida em licitação, que está em andamento, mas ainda não está definida.



Praticamente 100% do lugar se encontram coberto pelo mato não cortado. Os poucos espaços que estão visíveis acabam, infelizmente, sofrendo com o lixo, principalmente sacos plásticos, o que é altamente prejudicial para o solo.


leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Para você, quem ganha o carnaval de São Paulo ?

Acadêmicos do Tatuapé
nenhum voto - 0%

Império de Casa Verde
nenhum voto - 0%

Vai - Vai
nenhum voto - 0%

Mocidade Alegre
nenhum voto - 0%

facebook
twitter
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados