menu
São Paulo - SP | Whatsapp: 11966761536
administrador
São Paulo - SP
TATUAPÉ É BICAMPEÃ
ENTRETENIMENTO
ENTRETENIMENTO
TATUAPÉ É BICAMPEÃ
Postada em 13/02/2018 ás 19h32 - atualizada em 14/02/2018 ás 10h11
Tatuapé mantém o samba no pé e é bicampeã do Carnaval de São Paulo
Com samba-enredo sobre o Maranhão, Escola vence pela segunda vez consecutiva
Tatuapé mantém o samba no pé e é bicampeã do Carnaval de São Paulo

Foto: Da Redação.

A Acadêmicos do Tatuapé se sagrou bicampeã do carnaval paulistano nesta terça-feira (13), na apuração dos votos do Grupo Especial, no Anhembi, na Zona Norte de São Paulo. A agremiação venceu com o samba-enredo "Maranhão: os tambores vão tocar na terra da encantaria", ao ser a quinta escola a desfilar neste ano.



Em uma disputa apertada, a Tatuapé levou o seu segundo título de sua história nos critérios de desempate, já que até o último quesito, mestre-sala e porta-bandeira, a azul e branco esteve empatada com o mesmo número de pontos que a Mocidade Alegre, Mancha Verde e Tom Maior. Mesmo com as quatro escolas terminando com 270 pontos, porém com a Tatuapé em primeiro pelo desempate.



Sendo a quinta escola a entrar na avenida no primeiro dia de desfiles, a agremiação da Zona Leste de São Paulo trouxe um enredo não muito inovador, mas belo e contagiante, ao falar do povo maranhense, de sua cultura e histórias que fizeram de seu Estado o que é hoje desde sua colonização por portugueses e franceses.



O Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos do Tatuapé foi fundado em 1952, com o nome de Unidos de Vila Santa Isabel, e apesar da idade, é a segunda vez apenas que vence o Grupo Especial do carnaval paulistano, depois de subir ao grupo de elite em 2013. Contando com o carnavalesco Wagner Santos, o intérprete Celsinho Mody e a rainha de bateria Andrea Capitulino, a Tatuapé trouxe este ano para o Anhembi 2.761 componentes que desfilaram em 26 alas e cinco carros alegóricos. Ano passado a escola venceu com o samba-enredo "Mãe África conta a sua história: do berço sagrado da humanidade à abençoada terra do grande Zimbábue".



Alegria de uns, tristeza de outros



Se por um lado haverá festa pelos próximos dias na quadra da Acadêmicos do Tatuapé, para as escolas Unidos do Peruchi e Independente Tricolor a quarta-feira será bem cinza. Ambas as escolas foram rebaixadas para o Grupo de Acesso do carnaval paulistano por terem a pior classificação neste ano. A Unidos do Peruchi não convenceu com o samba-enredo em homenagem aos 80 anos de Martinho da Vila, atingindo apenas 268,4 pontos. Já a Independente Tricolor, que estreiou no Grupo Especial em 2018 sendo a primeira a desfilar, alcançou somente 267,7 pontos ficando em último, com o tema em homenagem ao cineasta Zé do Caixão.



Vale lembrar que a Escola Acadêmicos do Tucuruvi teve o direito de não ser rebaixada na apuração por causa de um incêndio que acometeu a agremiação nas vésperas da apresentação, queimando cerca de 90% de seu material, com isso, continuará no Grupo Especial no ano que vem.



As seis melhores escolas do Carnaval de São Paulo voltam a desfilar nesta sexta-feira (16), no Sambódromo do Anhembi, ao lado da campeã e vice-campeã do Grupo de Acesso, Águia de Ouro e Colorado do Brás, respectivamente. Confira a seguir o resultado final:



1º Acadêmicos do Tatuapé – 270 pontos (Campeã)

2º Mocidade Alegre – 270

3º Mancha Verde – 270

4º Tom Maior – 270

5º Dragões da Real – 269,9

6º Império de Casa Verde – 269,7

7º Gaviões da Fiel – 269,6

8º Rosas de Ouro – 269,6

9º Vila Maria – 269,5

10º Vai-Vai – 269,3

11º X-9 Paulistana – 268,9

12º Acadêmicos do Tucuruvi – 216

13º Unidos do Peruche – 268,4 (Rebaixada)

14º Independente – 267,7 (Rebaixada)


FONTE: Leonardo Zamperlin
leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Para você, quem ganha o carnaval de São Paulo ?

Acadêmicos do Tatuapé
nenhum voto - 0%

Império de Casa Verde
nenhum voto - 0%

Vai - Vai
nenhum voto - 0%

Mocidade Alegre
nenhum voto - 0%

facebook
twitter
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados